Qual é a importância da vacinação nos dias de hoje?

No dia 17 de outubro é comemorado o Dia Nacional da Vacinação, uma data que ganha extrema importância para destacar os benefícios de estar com o nosso organismo imunizado e protegido contra agentes infecciosos, principalmente nos dias de hoje.

Em tempos onde se manter saudável é fundamental, entender os benefícios que a vacinação traz para a nossa sociedade faz toda a diferença. Pensando nisso, listamos abaixo algumas informações acerca desse tema tão importante.

Entendendo como a vacina funciona

As vacinas são fabricadas com microrganismos (bactérias e vírus) que protegem o organismo de doenças infectocontagiosas. Você deve estar se perguntando: porque elas não causam uma infecção quando são aplicadas?

Isso acontece porquê ao serem fabricadas, ao invés de usar microrganismos como eles existem no ambiente, os vírus e bactérias são modificados em laboratório (geralmente estão mortos ou foram enfraquecidos) e não podem provocar doenças.

Com isso, nosso corpo entra em contato com as partículas e começa a produzir anticorpos para as células. O melhor de tudo é que algumas vacinas podem criar uma “memória imunológica” em nosso organismo, evitando que sejamos contaminados novamente.

A importância da vacinação

Um dos pontos principais que tornam as campanhas de vacinação tão importantes, é que elas são essenciais para garantir a erradicação de doenças infecciosas.

Atualmente, o Sistema Único de Saúde (SUS) oferece 19 vacinas para mais de 20 doenças. Dentre as mais de 300 milhões de doses aplicadas, destacam-se as vacinas para:

  • Crianças: BCG, Poliomelite, Tetravalente, Tríplice Viral, Hepatite B e Febre Amarela.
  • Adolescentes: Dupla Adulto (Difteria e Tétano), Febre Amarela, Hepatite B e Dupla Viral – SR (Sarampo e Rubéola).
  • Mulheres Adultas (Não Grávidas): Dupla Viral – SR (Sarampo e Rubéola), Dupla Adulto – DT (Difteria e Tétano) e Febre Amarela.
  • Mulheres Adultas (Grávidas): Dupla Adulto (Difteria e Tétano).
  • Homens Adultos: Dupla Adulto (Difteria e Tétano), Dupla Viral – SR (Sarampo e Rubéola) e Febre Amarela.
  • Idosos: Gripe (Influenza), Pneumonia (Pneumococo), Dupla Adulto – DT (Difteria e Tétano).

Além de evitar a propagação de doenças, a vacinação também representou um avanço significativo na medicina, diminuindo os gastos com internações e medicamentos.

A prevenção é maior aliada da qualidade de vida

Neste Dia Nacional da Vacinação, propomos uma reflexão não apenas para ressaltar a importância de se vacinar, mas também de nos preocuparmos com a nossa saúde e a de todos ao nosso redor.

As vacinas possuem um custo benefício imensurável, uma vez que a prevenção de doenças sempre será melhor do que o tratamento. Se você é adulto e não possui um cartão de vacina ou não sabe quais já recebeu, procure a avaliação de um especialista e imunize-se.

<