Dopamina e serotonina: a dupla da felicidade

Aumente os níveis de dopamina e serotonina de forma natural

Existem algumas maneiras de ampliar os níveis da dopamina e da serotonina no nosso corpo de maneira natural e saudável.

Conhecidos como verdadeiros “agentes da felicidade”, a dopamina e a serotonina possuem um papel fundamental para que o nosso cérebro consiga desempenhar diversas funções.

Isso porquê elas são os neurotransmissores responsáveis por gerar aquela sensação de prazer e bem-estar, agindo diretamente em funções vitais do nosso organismo.

Serotonina e Dopamina: uma dupla imbatível!

Produzida na região do tronco encefálico, a serotonina atua na regulagem do humor, do apetite, do sono, da libido e inclusive do ritmo cardíaco. Quando não é produzida em quantias adequadas, pode causar sintomas como cansaço, falta de memória, irritabilidade e dificuldade de aprendizado.

Já a dopamina é produzida na glândula adrenal e tem como principais funções, as atividades motoras, sensações de recompensa, comportamento e atenção. Ela pode ser considerada como a principal substância que impulsiona as pessoas a agirem em direção às suas metas.

A produção de serotonina e dopamina de forma natural

Existem algumas formas de produzir essas substâncias de forma natural. Veja abaixo:

  • Proteínas: Ingerir proteínas permite que o nosso organismo obtenha os aminoácidos responsáveis pela produção da dopamina. Alimentos como a quinoa, o arroz com feijão e a semente de abóbora são excelentes pedidas.
  • Probióticos Naturais: Os alimentos ricos em probióticos naturais (iogurte natural, kefir e o chucrute cru, por exemplo) são excelentes aliados para a produção da dopamina natural.
  • Sono de Qualidade: Dormir bem é fundamental e quando isso não acontece, os receptores de dopamina e de serotonina ficam comprometidos. Garantir boas noites de sono é a chave para manter os níveis dessas substâncias sempre em equilíbrio.
  • Prática Esportiva: Realizar exercícios físicos aumenta consideravelmente os níveis séricos de cálcio, permitindo a síntese de dopamina e ativando o circuito de prazer do cérebro.
  • Alimentos ricos em triptofano: Alimentos como o chocolate preto, abacaxi, tomate, cereais integrais e castanha-do-pará possuem triptofano e auxiliam na produção de serotonina.
  • Meditação: Além de contribuir para aumentar os níveis de dopamina e serotonina, a meditação tem sido uma prática cada vez mais utilizada para manter os níveis dessas substâncias sempre em equilíbrio.

Desenvolva mais metas de curto prazo

Por fim, vale ressaltar que sempre que atingimos um determinado objetivo, nosso corpo libera doses de dopamina. Assim, contar apenas com metas de longo prazo pode ser tornar algo frustrante.

Mesmo que seja algo mais simples, como aprender a tocar um instrumento, tentar uma nova receita ou até mesmo organizar um cômodo da casa, opte por objetivos de curto prazo.

<