A importância de uma boa alimentação em cada fase da vida

Saiba como a alimentação influencia em cada fase da nossa vida!

 

A alimentação é um dos assuntos mais discutidos atualmente e se trata de um tema fundamental quando falamos de qualidade de vida. Pensando nisso, celebramos o Dia da Saúde e Nutrição com um conteúdo especial sobre a importância de manter uma boa alimentação em cada fase da nossa vida. Quer saber mais? Então confira abaixo!

 

Uma boa alimentação começa desde cedo

 

Antes de tudo, é preciso compreender a relação que construímos com os alimentos ao longo da vida. Cada um deles possui relevância nas diferentes fases do nosso desenvolvimento e crescimento, além de influenciar na manutenção da saúde e na prevenção de doenças.

 

O hábito alimentar se forma desde a concepção e vai sendo influenciado ao longo dos anos conforme nossas experiências, sentimentos, sensações, convívio social, cultura, religião, crenças e até mesmo pelo poder aquisitivo.

 

E para entender e ajustar todas estas influências às nossas transformações corporais, demandas energéticas e metabólicas de cada fase da vida precisamos de um guia: o profissional nutricionista.

 

Desenvolvendo os primeiros hábitos alimentares

 

Ao falar sobre saúde e alimentação, não temos como deixar de mencionar o papel do nutricionista. Esse profissional é responsável por atuar no planejamento e execução de ações baseadas na ciência da nutrição.

 

Na gestação, por exemplo, é necessário que a energia e nutrientes o corpo da mãe sejam supridas, além do corpo do bebê (destaque para o ácido fólico, cálcio, ferro) que está se formando e desenvolvendo em ritmo acelerado, principalmente nas últimas semanas.

 

Em cada fase deste ciclo de 40 semanas, as necessidades vão se transformando e a alimentação precisa ser ajustada para evitar possíveis deficiências e consequências na saúde.

 

Depois que o bebê nasce, também há muitas mudanças tanto para ele quanto para a mãe. Por exemplo, se a prática de amamentação acontecer, a atenção ao hábito alimentar materno deve ser ainda mais cuidadosa, uma vez que precisamos de energia para manter o organismo dela funcionando adequadamente e a garantia da produção de leite, que por sua vez demanda alto valor de calorias.

 

Aliás, também não podemos esquecer que a composição desse leite irá variar conforme o consumo alimentar da mãe. Por isso, é importante que seja feita uma orientação direcionada com destaque para dois pontos básicos: a variedade e qualidade do que é consumido, já que praticamente tudo é transferido para o bebê.

 

Uma dica é priorizar os alimentos na sua forma in natura, uma vez que eles têm maior quantidade de nutrientes e não possuem substâncias químicas.

 

Alimentação na adolescência

 

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), a adolescência começa a partir dos 10 anos, até os 20 anos. Durante esse período, passamos por muitas alterações físicas, psicológicas e até mesmo comportamentais. Como o desenvolvimento físico acontece de forma rápida, é importante garantir um consumo maior de calorias.

 

O incentivo do consumo de leite, iogurte, queijo, ovo, presunto, peito de peru e carnes de boi são essenciais. Além disso, também é importante consumir carboidratos encontrados em pães, cerais, arros, macarrão e batata.

 

As principais vitaminas necessárias na adolescência são a Vitamina A, a Vitamina E e a Vitamina B6.

 

O que comer na fase adulta?

 

Quando nos tornamos adultos, temos uma rotina corrida e muitas vezes somos impactados com alimentos saborosos e calóricos (principalmente das redes de fast food).

 

Entretanto, é muito importante manter uma alimentação equilibrada, tanto com relação aos alimentos, quanto aos horários. Uma dieta balanceada garante a ingestão de proteínas, carboidratos, gorduras, vitaminas, sais minerais e fibras.

 

Grãos, tubérculos, farinhas, legumes, carnes de boi, carnes de frango, verduras, frutas, leite, ovos e castanhas são alimentos que garantem uma dieta completa e balanceada para o dia a dia da fase adulta.

 

 

Gostou das nossas dicas? Então neste Dia da Saúde e Nutrição, não deixe de cuidar da sua alimentação com uma dieta balanceada e garanta muito mais qualidade de vida!

 

<